quinta-feira, 19 de outubro de 2017

PROJETO SERÁ CONCLUÍDO, NO PRÓXIMO MÊS DE NOVEMBRO, EM ESCOLAS DE RIO FORMOSO E DE GAMELEIRA









Banner do projeto iniciado 
no primeiro semestre de 2015






          A Produção Executiva, Curadoria e Coordenação do projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL têm esperança de concluir, em novembro próximo, tudo o que foi planejado para realização até o segundo semestre de 2016, renovando o encontro de poetas pernambucanos com alunos do Ensino Médio de Rio Formoso e de Gameleira.  Os entendimentos com as diretorias da EREM Wilson de Andrade Barreto (Rio Formoso), da EREM Dr. Jaime Monteiro (Gameleira) e com os 8 poetas que participarão dos recitais, interrompidos desde o segundo semestre do ano passado, serão retomados ainda nesta semana.  O projeto apresentará, em cada cidade, um poeta local, um poeta que representará um município da Mata Sul, outro que representará o Grande Recife e também um poeta do Recife.  

          O projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL já apresentou 24 poetas em 6 escolas de ensino médio dos municípios de Palmares, Catende, Água Preta, Ribeirão, Cortês e Amaraji, com incentivo do Funcultura / Fundarpe / Secretaria de Cultura / Governo do Estado de Pernambuco.   



quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : Juareiz Correya (curadoria) destaca os poetas e o roteiro das cidades







Juareiz Correya, 
responsável pela curadoria 
do projeto  



          Evidenciando o ineditismo do projeto na região, o poeta e editor Juareiz Correya ressalta a importância da união regional que POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL viabiliza e expõe em cada município : os recitais, nas Escolas de Referência em Ensino Médio do Estado, apresentam,  a exemplo do que foi realizado em Cortês,  um poeta local, um poeta de uma cidade vizinha da Mata Sul, um poeta que representa a região do Grande Recife e um poeta da capital pernambucana. Um coletivo unido e identificado, em nome da poesia contemporânea de Pernambuco,  criou um momento cultural inesquecível para os alunos da EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês, com a apresentação do poeta Fábio de Carvalho (Cortês), Maria Dulce (Escada/Mata Sul), Fernando Chile (Olinda / Grande Recife) e Aldo Lins (Recife). 

          Com esse modelo (e outros poetas) o projeto colocou em circulação, em meses anteriores de 2015 / 2016, mais de 20 poetas pernambucanos, em Escolas de Palmares, Catende, Água Preta, Ribeirão e Amaraji.  

          Neste primeiro semestre de 2017, Escolas de Referência em Ensino Médio de Rio Formoso e Gameleira completam o roteiro das cidades beneficiadas com o projeto.   

(Fotografia de Stelinha Oliveira) 


__________________________________________
Incentivo : FUNCULTURA / FUNDARPE / 
SECRETARIA DE CULTURA / 
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO  

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : José Terra, produtor executivo, inicia o recital







José Terra inicia o recital 
na EREM Professora Abigail Guerra  




     O poeta e produtor executivo do projeto, José Terra, apresenta a equipe (Curadoria e Coordenação) e os poetas convidados, de Cortês, da Mata Sul, Grande Recife e da capital pernambucana, para a realização do recital especialmente destinado aos alunos da EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês (PE), em novembro/2016.    


          (Foto de Stelinha Oliveira) 



____________________________________________
Incentivo : FUNCULTURA / FUNDARPE / 
SECRETARIA DE CULTURA / 
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO  

domingo, 20 de novembro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : Recepção da gestora e alunos da EREM Professora Abigail Guerra






A gestora Ivonete da Rocha Carvalho
saúda os organizadores e poetas do projeto  




          A realização do sexto recital do projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, na EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês, lotou o auditório com a presença de mais de 120 alunos, em sua maioria do terceiro ano do Ensino Médio.  A tarde de sexta-feira passada, dia 17 deste mês, representou uma inédita e significativa página cultural da Escola, afirmou a gestora Ivonete da Rocha Carvalho, bastante animada, animadora e agradecida por esse encontro com os seus alunos.  



______________________________________________
Incentivo : FUNCULTURA / FUNDARPE 
SECRETARIA DE CULTURA / 
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

domingo, 13 de novembro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : FÁBIO DE CARVALHO








Fábio de Carvalho, poeta, multiartista  
(Cortês, PE) 



          Ao lado da poetisa Maria Dulce, que representará a Mata Sul (Escada), e dos poetas Fernando Chile, representante do Grande Recife (Olinda) e Aldo Lins, representante da capital pernambucana, o poeta Fábio de Carvalho representará o município de Cortês no recital do projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, próxima quinta-feira, dia 17 de novembro, às 13 horas,  na EREM Professora Abigail Guerra, desse município.   

        Realizado com  o Incentivo do Funcultura / Fundarpe / Secretaria de Cultura / Governo do Estado de Pernambuco, o projeto já apresentou recitais, sempre renovados  com outros poetas em cada Escola, em Palmares, Catende, Água Preta e Ribeirão, no segundo semestre de 2015; e, neste segundo semestre de 2016, em Amaraji, prosseguindo agora em Cortês, e, ainda neste mês de novembro, em Rio Formoso e Gameleira.  

          O projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, que promove, de forma inédita, recitais da poesia contemporânea pernambucana criada nas cidades que visita e em cidades vizinhas da sua região, em conjunto com a produção de nomes que representam a poesia contemporânea da região do Grande Recife e da capital pernambucana, tem a produção executiva do poeta José Terra, curadoria do poeta e editor Juareiz Correya, ambos nascidos em Palmares,  e organização do poeta cabense Joel Marcos.  


FÁBIO DE CARVALHO 

           Fábio de Carvalho Maranhão nasceu em Palmares (PE), no mês de julho/1983. Vive em Cortês, onde se criou, cresceu, estudou, constituiu família e desenvolveu sua carreira profissional na área da Educação. É professor efetivo da rede municipal de Ensino. Graduado em História e Pós-Graduado em Ensino de História pela Autarquia Educacional da Mata Sul (Famasul / Facip).  Artista popular, atua como músico nas noites da cidade realizando apresentações (voz e violão) e declamações da sua poesia.  Começou a escrever aos 13 anos de idade. Lançou um "Boletim Informativo Gazeta Revolucionária" (sete edições), publicando textos poéticos e escritos em prosa, de sua autoria, e divulgando arte e cultura em geral. Criou o projeto LANÇANDO POETAS, publicando, aproximadamente, 100 poetas e poetisas (hoje ex-alunos), por meio de dois livros de poesia, onde também é co-autor, lançados na Escola Municipal Senador Antonio Farias, na Usina Pedrosa, intitulados UM TIQUINHO DE CADA (2010) e PALAVRAS DE VIDA (2011). Representou a Mata Sul pela Setorial de Literatura, da Comissão de  Linguagens Artísticas /  Secretaria Estadual de Cultura de Pernambuco, entre 2011 e 2014 (em eventos que culminaram na elaboração do Regimento Estadual de Cultura de Pernambuco para anexação ao Plano Nacional de Cultura).  Publica o blog POETA FÁBIO DE CARVALHO - http://poetafabiodecarvalho.blogspot.com.br) 



quarta-feira, 9 de novembro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL" EM CORTÊS








Convite para o recital 
na EREM Professora Abigail Guerra  
(Cortês, PE)



       Incentivadora e entusiasmada, a gestora Ivonete Carvalho, da EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês, está mobilizando professores e alunos da Escola para a realização do recital do projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, na próxima semana, com a presença destes poetas pernambucanos contemporâneos : 
          
          FÁBIO DE CARVALHO (Cortês), MARIA DULCE (Escada), FERNANDO CHILE (Olinda / Grande Recife) e ALDO LINS (Recife).    

          Os recitais do projeto já foram apresentados em Escolas de Ensino Médio de Palmares, Catende, Água Preta e Ribeirão, no segundo semestre de 2015; e, agora, neste segundo semestre de 2016, em Amaraji.  O projeto será concluído neste mês de novembro, com apresentação de recitais em Rio Formoso e em Gameleira.   




_____________________________________________
Incentivo : FUNCULTURA / FUNDARPE / 
SECRETARIA DE CULTURA / 
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO 
           

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : Fernando Chile (Olinda / Grande Recife)






Poeta Fernando Chile 
(Olinda, PE) 




          Os alunos e professores  do Ensino Médio da EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês, recebem poetas contemporâneos do Recife, das regiões do Grande Recife e da Mata Sul, e um poeta do próprio município, dia 17 de novembro próximo, no início da tarde, em recital realizado pelo projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, promovido com Incentivo do Funcultura / Fundarpe / Secretaria de Cultura / Governo do Estado de Pernambuco.   
      
          O poeta Fernando Chile representará Olinda, da Região Metropolitana do Grande Recife.  



FERNANDO CHILE  


          Recifense, nascido em 1969, o poeta vive em Olinda, onde é professor da rede estadual de ensino.  Graduado em História.  Começou a escrever ainda na adolescência.  Intensificou sua produção a partir de 1988, publicando poemas em jornais, revistas e fanzines.  Publicou, em edições alternativas, os livros POESIA POUCA, UM LIVRETO PRA ME LIVRAR, NEM INDIVIDUAL NEM COLETIVO. Participou da antologia MARGINAL RECIFE - Coletânea 2 (Prefeitura do Recife / Secretaria de Cultura / Fundação de Cultura Cidade do Recife, 2003).  O seu livro SAÍDA DE EMERGÊNCIA  está publicado no portal Interpoética (http://www.interpoetica.com)