quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : Juareiz Correya (curadoria) destaca os poetas e o roteiro das cidades







Juareiz Correya, 
responsável pela curadoria 
do projeto  



          Evidenciando o ineditismo do projeto na região, o poeta e editor Juareiz Correya ressalta a importância da união regional que POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL viabiliza e expõe em cada município : os recitais, nas Escolas de Referência em Ensino Médio do Estado, apresentam,  a exemplo do que foi realizado em Cortês,  um poeta local, um poeta de uma cidade vizinha da Mata Sul, um poeta que representa a região do Grande Recife e um poeta da capital pernambucana. Um coletivo unido e identificado, em nome da poesia contemporânea de Pernambuco,  criou um momento cultural inesquecível para os alunos da EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês, com a apresentação do poeta Fábio de Carvalho (Cortês), Maria Dulce (Escada/Mata Sul), Fernando Chile (Olinda / Grande Recife) e Aldo Lins (Recife). 

          Com esse modelo (e outros poetas) o projeto colocou em circulação, em meses anteriores de 2015 / 2016, mais de 20 poetas pernambucanos, em Escolas de Palmares, Catende, Água Preta, Ribeirão e Amaraji.  

          Neste primeiro semestre de 2017, Escolas de Referência em Ensino Médio de Rio Formoso e Gameleira completam o roteiro das cidades beneficiadas com o projeto.   

(Fotografia de Stelinha Oliveira) 


__________________________________________
Incentivo : FUNCULTURA / FUNDARPE / 
SECRETARIA DE CULTURA / 
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO  

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : José Terra, produtor executivo, inicia o recital







José Terra inicia o recital 
na EREM Professora Abigail Guerra  




     O poeta e produtor executivo do projeto, José Terra, apresenta a equipe (Curadoria e Coordenação) e os poetas convidados, de Cortês, da Mata Sul, Grande Recife e da capital pernambucana, para a realização do recital especialmente destinado aos alunos da EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês (PE), em novembro/2016.    


          (Foto de Stelinha Oliveira) 



____________________________________________
Incentivo : FUNCULTURA / FUNDARPE / 
SECRETARIA DE CULTURA / 
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO  

domingo, 20 de novembro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : Recepção da gestora e alunos da EREM Professora Abigail Guerra






A gestora Ivonete da Rocha Carvalho
saúda os organizadores e poetas do projeto  




          A realização do sexto recital do projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, na EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês, lotou o auditório com a presença de mais de 120 alunos, em sua maioria do terceiro ano do Ensino Médio.  A tarde de sexta-feira passada, dia 17 deste mês, representou uma inédita e significativa página cultural da Escola, afirmou a gestora Ivonete da Rocha Carvalho, bastante animada, animadora e agradecida por esse encontro com os seus alunos.  



______________________________________________
Incentivo : FUNCULTURA / FUNDARPE 
SECRETARIA DE CULTURA / 
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

domingo, 13 de novembro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : FÁBIO DE CARVALHO








Fábio de Carvalho, poeta, multiartista  
(Cortês, PE) 



          Ao lado da poetisa Maria Dulce, que representará a Mata Sul (Escada), e dos poetas Fernando Chile, representante do Grande Recife (Olinda) e Aldo Lins, representante da capital pernambucana, o poeta Fábio de Carvalho representará o município de Cortês no recital do projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, próxima quinta-feira, dia 17 de novembro, às 13 horas,  na EREM Professora Abigail Guerra, desse município.   

        Realizado com  o Incentivo do Funcultura / Fundarpe / Secretaria de Cultura / Governo do Estado de Pernambuco, o projeto já apresentou recitais, sempre renovados  com outros poetas em cada Escola, em Palmares, Catende, Água Preta e Ribeirão, no segundo semestre de 2015; e, neste segundo semestre de 2016, em Amaraji, prosseguindo agora em Cortês, e, ainda neste mês de novembro, em Rio Formoso e Gameleira.  

          O projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, que promove, de forma inédita, recitais da poesia contemporânea pernambucana criada nas cidades que visita e em cidades vizinhas da sua região, em conjunto com a produção de nomes que representam a poesia contemporânea da região do Grande Recife e da capital pernambucana, tem a produção executiva do poeta José Terra, curadoria do poeta e editor Juareiz Correya, ambos nascidos em Palmares,  e organização do poeta cabense Joel Marcos.  


FÁBIO DE CARVALHO 

           Fábio de Carvalho Maranhão nasceu em Palmares (PE), no mês de julho/1983. Vive em Cortês, onde se criou, cresceu, estudou, constituiu família e desenvolveu sua carreira profissional na área da Educação. É professor efetivo da rede municipal de Ensino. Graduado em História e Pós-Graduado em Ensino de História pela Autarquia Educacional da Mata Sul (Famasul / Facip).  Artista popular, atua como músico nas noites da cidade realizando apresentações (voz e violão) e declamações da sua poesia.  Começou a escrever aos 13 anos de idade. Lançou um "Boletim Informativo Gazeta Revolucionária" (sete edições), publicando textos poéticos e escritos em prosa, de sua autoria, e divulgando arte e cultura em geral. Criou o projeto LANÇANDO POETAS, publicando, aproximadamente, 100 poetas e poetisas (hoje ex-alunos), por meio de dois livros de poesia, onde também é co-autor, lançados na Escola Municipal Senador Antonio Farias, na Usina Pedrosa, intitulados UM TIQUINHO DE CADA (2010) e PALAVRAS DE VIDA (2011). Representou a Mata Sul pela Setorial de Literatura, da Comissão de  Linguagens Artísticas /  Secretaria Estadual de Cultura de Pernambuco, entre 2011 e 2014 (em eventos que culminaram na elaboração do Regimento Estadual de Cultura de Pernambuco para anexação ao Plano Nacional de Cultura).  Publica o blog POETA FÁBIO DE CARVALHO - http://poetafabiodecarvalho.blogspot.com.br) 



quarta-feira, 9 de novembro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL" EM CORTÊS








Convite para o recital 
na EREM Professora Abigail Guerra  
(Cortês, PE)



       Incentivadora e entusiasmada, a gestora Ivonete Carvalho, da EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês, está mobilizando professores e alunos da Escola para a realização do recital do projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, na próxima semana, com a presença destes poetas pernambucanos contemporâneos : 
          
          FÁBIO DE CARVALHO (Cortês), MARIA DULCE (Escada), FERNANDO CHILE (Olinda / Grande Recife) e ALDO LINS (Recife).    

          Os recitais do projeto já foram apresentados em Escolas de Ensino Médio de Palmares, Catende, Água Preta e Ribeirão, no segundo semestre de 2015; e, agora, neste segundo semestre de 2016, em Amaraji.  O projeto será concluído neste mês de novembro, com apresentação de recitais em Rio Formoso e em Gameleira.   




_____________________________________________
Incentivo : FUNCULTURA / FUNDARPE / 
SECRETARIA DE CULTURA / 
GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO 
           

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : Fernando Chile (Olinda / Grande Recife)






Poeta Fernando Chile 
(Olinda, PE) 




          Os alunos e professores  do Ensino Médio da EREM Professora Abigail Guerra, de Cortês, recebem poetas contemporâneos do Recife, das regiões do Grande Recife e da Mata Sul, e um poeta do próprio município, dia 17 de novembro próximo, no início da tarde, em recital realizado pelo projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, promovido com Incentivo do Funcultura / Fundarpe / Secretaria de Cultura / Governo do Estado de Pernambuco.   
      
          O poeta Fernando Chile representará Olinda, da Região Metropolitana do Grande Recife.  



FERNANDO CHILE  


          Recifense, nascido em 1969, o poeta vive em Olinda, onde é professor da rede estadual de ensino.  Graduado em História.  Começou a escrever ainda na adolescência.  Intensificou sua produção a partir de 1988, publicando poemas em jornais, revistas e fanzines.  Publicou, em edições alternativas, os livros POESIA POUCA, UM LIVRETO PRA ME LIVRAR, NEM INDIVIDUAL NEM COLETIVO. Participou da antologia MARGINAL RECIFE - Coletânea 2 (Prefeitura do Recife / Secretaria de Cultura / Fundação de Cultura Cidade do Recife, 2003).  O seu livro SAÍDA DE EMERGÊNCIA  está publicado no portal Interpoética (http://www.interpoetica.com) 



          

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

"POESIA VIVA NAS ESCOLAS..." EM CORTÊS : Aldo Lins (Recife)






Poeta Aldo Lins  
(Recife, PE) 




        O projeto POESIA VIVA NAS ESCOLAS DA MATA SUL, com incentivo do Funcultura / Fundarpe / Secretaria de Cultura /  Governo do Estado de Pernambuco realiza, no próximo dia 17 de novembro, das 13 às 15 horas, na EREM Professora Abigail Guerra,  de Cortês, o seu recital de poesia com um poeta do município, um poeta de outro município, representando a Mata Sul, um representante do Grande Recife e o poeta Aldo Lins, que representará o Recife.   

         O projeto já foi apresentado, desde agosto de 2015, a alunos do Ensino Médio de Escolas Estaduais em Palmares, Catende, Água Preta, Ribeirão e Amaraji.  Em novembro, serão apresentados ainda recitais em Rio Formoso e em Gameleira, contabilizando a mobilização de 32 poetas pernambucanos contemporâneos expondo, de viva voz, as suas produções poéticas.   Todos os textos apresentados nas Escolas serão reunidos em um livro eletrônico organizado pelos poetas Juareiz Correya, José Terra e Joel Marcos, responsáveis pela equipe principal do projeto.   



ALDO LINS

          O poeta Aldo Lins nasceu em Cajazeiras (PB).  Cursou a Faculdade de Direito / Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa, onde iniciou sua trajetória literária.  Em 2002, já residindo no Recife, lançou a primeira edição do livro de poesia "Alma de Vidro" (Editora Universitária / UFPE).  Organizou, com José Terra, o recital "Hospício Poético" (Recife, 2004) e organiza, mensalmente, o "Sarau da Boa Vista" (Bar Maremoto / Rua do Hospício, Recife). Organizou e tem pronta para publicação a antologia Poesia Paraibana no Recife,  que reúne textos de mais de 20 poetas nascidos no seu Estado e com projeção literária em Pernambuco.  Publica o blog O GRITO (http://poetaaldolins.blogspot.com.br)